terça-feira, 28 de julho de 2009

A bolsa de Dilma

Em 23 de julho, recebí várias mensagens criticando a bolsa Kelly, da marca Hermès, usada pela ministra Dilma.

Para quem não sabe , o nome vem da Princesa Grace Kelly, que elegeu o modelo como um de seus preferidos. Originalmente, era apenas uma bolsa muito bemfeita e discreta, de acordo com a elegância genuína de Grace.

Nos dias de hoje, o marketing de luxo a elevou à categoria de objeto de desejo e símbolo de status- custa em torno de 4700 euros - coisa de 14000 reais.

Ao ver a foto e ler a notícia minha primeira reação foi negativa e concordei com a colunista Anna Ramalho do Jornal do Brasil - quem ainda teme a revolucionária dos anos 70 pode ficar tranquilo. Não se usa uma Kelly impunemente.

Porém, em seguida olhei com atenção a face da Ministra, abatida pelos tratamentos a que tem se submetido, usando peruca, sem cabelos portanto, e me dei conta de que, se eu estivesse no seu lugar, talvez não resistisse à promessa de glamour, embutida na tal bolsa. Em situações de baixa auto estima o ser humano se desconhece.

Já acompanhei minha irmã em situação semelhante, e lembro do dia em que ela resolveu comprar a televisão mais moderna disponível no mercado. Apesar da pouca resistência física, mostrou uma energia extraordinária até encontrarmos o modelo idealizado. Em homenagem à ela, Maria Clara de Almeida é que me pronuncio.

A rigor, não nos compete opinar sobre escolhas tão pessoais .

Em seu editorial de 31 de julho, Glória Kalil comenta a gravidez de Gisele Bündchen e com sua habitual elegância declara -Pessoas famosas devem ter direito à privacidade também. Elas não têm que ser atacadas e agarradas porque uns e outros acham que ela tem que pagar pela notoriedade. Como eu disse no livro “elas não têm que pagar nada. Já pagam com seu trabalho, sua beleza, seu talento, seus ensaios.

http://chic.ig.com.br/materias/514001-514500/514235/514235_1.html

Desculpem-me as queridas amigas que mandaram mensagens sobre a tema , mas me sentiria leviana se concordasse com o ponto de vista da jornalista Anna Ramalho.

4 comentários:

  1. Carla Khalil Martinelli2 de agosto de 2009 22:03

    Quitéria!! Parabéns pela postagem, estás pautando a VEJA (acabei de ler uma matéria sobre a famosa bolsa da Dilma na revista Veja desta semana)!! Vejo que realmente estás ligada no que acontece. Abs, Carla Khalil Martinelli.

    ResponderExcluir
  2. Concordo 100%!!!
    Não nos compete opinar sobre questões tão pessoais...
    E que a bolsa é linda, é!! hehehe
    Beijos! e parabéns pelo post!
    Gabi Lima

    ResponderExcluir
  3. A Dilma nao pode ter uma bolsa que vale 14.000 Reais pois é de esquerda, guerilheira. Esquerda tem que andar de fusca cheio de ferrugem, calçar conga, embrulhar piaba comprada na feira em jornal, o desodorante tem que ser Barla, morar em puchadinho com laje e tijolo à mostra e ganhar salário mínimo.

    O mais importante mesmo, se ela tem competência, e principalmente capacidade de LIDERANÇA, para ser Presidente, não está em jogo. Não interessa.

    Ninguém comenta com o mesmo cinismo se a Ruth Cardoso era vestida pela Marie Toscano ou se o Fernando Henrique encomendava os seus sapatos ao Pellegrini. Eles como sociais-democratas podem demonstrar em público o que para um esquerdista é um absurdo.

    Mas esse é o Brasil. Essa é a imprensa brasileira e esse é o povo brasileiro, que fica de olho no quintal da esquerda e acha que o carro novo do irmão do Lula, pago em "centas prestações", foi conseguido com o dinheiro público.

    Quanto mais eu conheço o Brasil e os brasileiros, mais eu amo Portugal.

    ResponderExcluir
  4. Cláudia Sehbe Nunes10 de agosto de 2009 12:37

    acho q tudo que pudermos fazer para nos sentirmos " vivas", mais belas, mais felizes,devemos fazer, com tanto que esses mecanismos de atalhos nao se tornem, nossa vida por completo, nao podemos nos tornar um produto de industrias e do propio meio, devemos é usa-los a nosso favor...de vez em quando temos que nos permitir, temos que sentir e levar a vida com menos cobranças...
    bem achei o texto otimo....tenho lido sempre que tem coisa nova....
    inteligente e moderna, sempre me supreendendo!
    um gde bjo
    cláudia

    ResponderExcluir